segunda-feira, 13 de junho de 2016

Aqui


Deixa aí as exigências, preciso respirar. Vejo fortalezas! E aqui? Fragilidade.  Tô quieta. Quero imperfeição. Talvez humanidade. Cansei do sucesso. Erro. Fracasso. Sofro. Choro. Sinto. Me deixa aqui. Aqui? Onde? Dentro. Bem dentro. Sou mundo! Mas hoje, eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário